Notícias


Baixe o app
Android Apple
Previsão do tempo
Passo Fundo/RS
Céu limpo 19°

Canto Galponeiro de Passo Fundo chega em outubro para se tornar o maior do Estado

Festival vai contar com shows de Miguel Marques e Grupo, Osvaldir e Quinteto Nativo, Mauro Moraes, Itá Cunha e Walter Moraes e Grupo
04/09/2019

A 4ª edição do Canto Galponeiro acontece de 17 a 19 de outubro no Gran Palazzo Centro de Eventos, em Passo Fundo. As inscrições para o evento já iniciaram e estão disponíveis até o dia 15 de setembro pelo site do Canto Galponeiro.

Em entrevista na Uirapuru, o responsável pelo Canto Galponeiro, Adão Cirinei da Cunha, disse que o festival de Passo Fundo se diferencia por ser organizado de forma independente, sem o auxílio de prefeitura. Destacou que outros eventos desse formato estão terminando no Estado, por falta de incentivo.

O Canto Galponeiro é dividido em duas fases. A municipal, onde artistas passo-fundenses se apresentam no primeiro dia. E a fase geral, onde artistas de todo o Estado e de fora do Rio Grande do Sul apresentam suas músicas aos jurados. O festival oferece R$ 1,5 mil de ajuda de custo para os artistas locais e R$ 3 mil para os de fora, pois os gastos são altos com músicos, viagem e hospedagem.

Além das apresentações das músicas inéditas, o Canto Galponeiro 2019 vai contar com shows de Miguel Marques e Grupo, Osvaldir e Quinteto Nativo, Mauro Moraes, Itá Cunha e Walter Moraes e Grupo.

Adão reforçou que o prestígio do público de Passo Fundo e região é fundamental para o evento e poderão conferir um dos maiores festivais de música do Estado. Ele explicou ainda a diferença entre o festival nativista e o galponeiro. Segundo ele, a música nativista é mais elaborada, com a melodia mais lenta. Já o galponeiro, a música é mais animada, músicas para dançar.


Com informações da Rádio Uirapuru.

MAIS NOTÍCIAS